RIASP 35

Ano 18 . 35 . Janeiro - Junho 2015

Veja o sumário em .pdf

Diretor da Revista do IASP:
Elias Farah

Conselho Editorial:
ACACIO VAZ DE LIMA FILHO | ADRIANA LAPORTA CARDINALI STRAUBE | ALBERTO CAMINA MOREIRA | ALEXANDRE JUNQUEIRA GOMIDE | ASDRUBAL FRANCO NASCIMBENI | CARLOS ALBERTO MALUF SANSEVERINO | CARLOS EDUARDO NICOLETTI CAMILLO | CARLOS FREDERICO ZIMMERMANN NETO | CLAUDIA ELISABETE SCHWERZ CAHALI | DANIEL MARTINS BOULOS | DEBORA GOZZO | DINORÁ ADELAIDE MUSETTI GROTTI | DIOGO L. MACHADO DE MELO | DURVAL FERRO BARROS | EDSON ANTONIO MIRANDA | ELIAS FARAH | EVANE BEIGUELMAN KRAMER Z | EVERALDO AUGUSTO CAMBLER | FABIANA DOMINGUES CARDOSO | FABIANO CARVALHO | FERNANDO FREIRE | FRANCISCO JOSÉ CAHALI | GLAUCO MARTINS GUERRA | GUSTAVO MILARÉ ALMEIDA | IGOR MAULER SANTIAGO | JORGE SHIGUEMITSU FUJITA | JOSÉ ALBERTO COUTO MACIEL |  JOSÉ AUGUSTO DELGADO | JOSE LUIS RIBEIRO BRAZUNA | KARINA PENNA NEVES | KLEBER LUIZ ZANCHIM | LAIR LOUREIRO FILHO | LAURO CESAR MAZETTO FERREIRA | LUIZ CARLOS OLIVAN | LUIZ GUERRA | LUIZ SERGIO MODESTO | MARCIA DINAMARCO | MARCIO BELLOCCHI | MARCOS PAULO DE ALMEIDA SALLES | MARCUS VINÍCIUS LOBREGAT | MAURÍCIO AVILA PRAZAK | MAURO GRINBERG | NELSON RENATO | PALAIA RIBEIRO DE CAMPOS | PAULO HAMILTON SIQUEIRA JUNIOR | PAULO LUCENA DE MENEZES | PAULO LUCON | RAQUEL ELITA ALVES PRETO | RICARDO ALVES BENTO | RICARDO PEAKE BRAGA | RICARDO SAYEG | ROBERTO CALDAS | RODRIGO BARIONI | RODRIGO REBOUÇAS | ROGERIA GIEREMEK | ROGERIO MOLLICA | SILMARA  CHINELLATO | WAGNER BALERA | WALTER VIEIRA CENEVIVA

REVISTA DO IASP

REVISTA DO INSTITUTO DOS ADVOGADOS DE SÃO PAULO
ANO 18 – Nº 35 – JANEIRO – JUNHO 2015

Apresentação:

Ao ensejo da apresentação deste número 35 da REVISTA DO IASP, muito nos regozijamos em poder destacar a notável contribuição que o sodalício vem prestando, ao longo da presente gestão, à cultura jurídica do país, em várias direções e áreas dos estudos jurídicos, isolado ou coletivamente. Esta profícua e aplaudida façanha, se deve ao promissor e denodado empenho dos seus dirigentes, sob a hábil batuta da sua presidência.

A revista anterior, de número 34, que iniciou a nova fase editorial, com a criação da EDITORA IASP, lançada com muitos aplausos, em caráter especial, em homenagem aos 140 anos de fundação do Instituto, buscou amplamente divulgar uma síntese do grandioso programa de iniciativas culturais, desenvolvido por elevado número de estudiosos do direito e de outros estudos de interesse científico e social.

Este número da tradicional revista do iASP constitui, pois, o fiel cumprimento do compromisso de persistir na realização dos objetivos institucionais da entidade, o que vêm sendo realizado mediante a publicação de outras novas revistas, dedicadas, cada uma, à publicação de estudos de outras áreas do direito, e da cultura jurídica, que se somam aos inumeráveis seminários, palestras, congressos, e outras participações com outros órgãos associativos ou corporativos da advocacia, para solução de impasses do interesse comum.

Ao longo dos últimos anos, o IASP teve justa preocupação de convidar para participar dos seus tradicionais almoços, e conhecer-lhes os pensamentos, as mais renomadas personalidades, como o vice-presidente da República, Michel Temer; o ministro do STF, Ricardo Lewandowski; a jurista, Tereza Arruda Alvim Wambier; o jurista e agraciado com o Prêmio Barão de Ramalho do IASP, Modesto Carvalhosa. Neste número foram publicadas as manifestações feitas durante os almoços dos referidos palestrantes. O IASP busca, com aplaudida lealdade, contribuir no somatório das vozes dos que desejam ou podem contribuir para formar e preservar a sociedade, quanto possível, mais organizada e feliz.

O presente número, por exemplo, abre as suas páginas para publicação de pareceres e contribuições de associados do IASP. Busca, com isso, revelar a pujança intelectual dos estudiosos que compõem o seu nobre corpo associativo, além da publicação de estudos sobre direito civil, de direito de família, de propriedade industrial, de direito penal, de direito público, além de considerações sobre o novo CPC. Está já organizado em um índice geral, por temas, títulos, autores, tudo que já foi publicado nos 35 números da revista, como forma da disponibilizar para consulta a todos os estudiosos, o extraordinário patrimônio cultural acumulado pela Instituição.

Os homens de bem do país precisam estar alertas na proteção das suas Instituições, mantendo-as fortes e capazes de lutas e reivindicações. Da sua força, independência e civismo é que depende a defesa da ordem legal e a segurança jurídica do cidadão. Uma nuvem negra parece surgir no horizonte, ocultando um temporal oculto e destruidor, que se formaram nas caladas das noites. Revelam, entretanto, que o poder legal precisa estar necessariamente fortalecido em valores éticos e morais básicos. Instituições fortes, altivas, independentes, inspiradas no civismo, são fundamentais para que a ordem legal não seja quebrada.

Esta missão o IASP tem orgulhosamente procurado cumprir.

Elias Farah
Diretor da Revista e Conselheiro do Instituto dos Advogados de São Paulo – IASP